CFP estabelece novas normas de atuação que veda a patologização de pessoas trans

O Conselho Federal de Psicologia estabeleceu novas normas de atuação para psicólogos e psicólogas em relação às pessoas travestis e transexuais. A resolução direciona os atendimentos de modo a vedar qualquer perspectiva ou prática de patologização.

O texto da Resolução nº01 de 29 de janeiro de 2018, Dia da Visibilidade Trans, é inspirado e humano. Vale a leitura na íntegra.

Veja a Resolução no link abaixo:

Conselho Federal de Psicologia – Resolução nº01 de 29 de janeiro de 2018

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *